terça-feira, fevereiro 26, 2013

           A Arte de Correr na Chuva

Postado por Marcelo Rodrigues


Titulo: A Arte de Correr na Chuva
Autor: Garth Stein
Editora: Ediouro
Páginas: 303

"Quando um cão morre, sua próxima encarnação será como um homem. Porém não são todos os cães. Somente os que estão preparados. Eu vi isso em um documentário do National Geographic Channel, então é verdade. Eu estou preparado. Meu nome é Enzo, e esta é minha história."
________________________________________________________________________________


Livro espetacular! Confesso que quando o comprei não imaginava quanta história havia nessas 303 páginas. Eu tinha em mente apenas o que li na sinopse e nas resenhas que encontrei, mas ele vai muito além disso e só quem leu sabe. Não se trata simplesmente da história de um cachorro como vemos no quote acima, trata-se da história de uma família, que durante o decorrer do livro passa por diversas atribulações, e tanto Enzo quanto todos os outros farão tudo o que for possível para ultrapassar esses problemas da melhor forma possível. Mas não existem lutas sem perdas.

A história começa no ultimo dia de vida de Enzo, já debilitado pela idade ele faz uma viagem de volta ao passado, desde o dia em que Denny lhe pegou nos braços pela primeira vez até aquele momento. Seu dono é um piloto de formula 1, Enzo cresceu vendo T.V e fitas de vídeo nas quais Denny participava de torneios, e por isso, durante o livro alguns capítulos (de no máximo 2 páginas) são dedicados a reflexões do cão, nos quais faz um paralelo entre a vida e as corrida de formula 1.


"Para correr é preciso disciplina e inteligência, não basta ter o pé mais pesado. Quem pilotar com inteligência vai sempre vencer no final."


No decorrer da história Denny casa-se com Eve, e futuramente nasce Zoë, que diante de todos os problemas mostra-se forte, compreensiva e totalmente disposta a encarar os problemas que acometem sua família constantemente.

Inicialmente, a chegada delas deixou Enzo um pouco enciumado, e até preocupado, com medo de ser deixado de lado. Porém, durante o passar do tempo ele aceita a ideia de Denny ter escolhido aquilo para si, e nelas descobre mais duas companheiras, para proteger, amar, e claro, receber carinho atrás das orelhas! 

           
"Sempre quis amar Eve como Denny a amava, mas nunca consegui porque tinha medo. Ela era minha chuva. Ela era o meu elemento imprevisível. Ela era o meu medo. Mas um piloto não deve ter medo da chuva; um piloto precisa adorar a chuva. Eu, sozinho, poderia manifestar uma mudança no que estava ao meu redor. Mudando minha postura, minha energia, permiti que Eve me visse de outra maneira."


Após formar sua família, uma maré de problemas invade a vida de Denny, e isso afeta tanto a ele quanto os que estão ao seu redor. Problemas judiciais, familiares, profissionais e muitos outros colocarão em prova o amor que os unem, assim como a força de vontade de ultrapassá-los.



"O verdadeiro herói é imperfeito. O verdadeiro teste para um campeão não está na sua capacidade de triunfar, mas na de superar obstáculos - de preferência criados por ele mesmo - a fim de triunfar" 


Esse foi sem dúvida, uma das melhores leituras que já fiz! O livro te prende do início ao fim, a cada capítulo uma emoção diferente, em um você chora e em outro você ri, e isso faz você não querer parar de lê-lo, e aumenta a constante vontade de querer saber o que acontece depois. As 303 páginas praticamente voaram, terminei o livro em dois dias e tenho certeza que assim como eu, todos os que leem A Arte de Correr na Chuva passam a olhar seus cães de uma forma diferente.
________________________________________________________________________________

Algumas imagens do livro:





12 comentários:

  1. Nossa, adorei sua resenha. Deu até vontade de ler o livro e eu sou meio preconceituosa com livros (e filmes e séries) de animais. Mas quem sabe? Você passou uma ideia bem legal do livro, e adorei aquela última quote ali ^^

    Té mais...
    http://bmelo42.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tinha um certo preconceito com livros do gênero, mas sou apaixonado por cães, não tive como resistir. Muitos que não leram acham que é "mais um" Marley e Eu, mas estão errados. É uma visão totalmente diferente, Enzo é um cão "filósofo" que consegue trazer você para dentro da história e sentir-se como parte da família hahahaha e esqueci de comentar que o final do livro é de fazer chorar!

      Té!

      Excluir
  2. Ai, que capa fofa, e sua resenha também. Eu não conhecia o livro e vou adicionar no Skoob agora se não esqueço pra sempre.
    Eu nunca li histórias envolvendo animas, mas pela sua resenha, parece ser boa. Parabéns pelo blog , tá?
    descobrindolivros.blogspot.com.br
    Tem post novo lá.
    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigadão! O livro é muito bom, me surpreendeu!

      Dei uma passada no blog, logo menos confiro com mais calma e deixo meu comentário por lá!

      Abraços!

      Excluir
  3. Nossa adorei a capa desse livro, sério me apaixonei, é a resenha ficou ótima, tenho que ler esse livro,o mais rápido possível.
    Já estou seguindo o seu blog é convido você pra seguir o meu também ;).

    Te espero lá.

    http://pensamentoliterario5.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo linda!

      Passei lá no seu blog e já estou seguindo!

      Abraços!

      Excluir
  4. Aaah gente, que gracinha de livro! É a primeira vez que vejo falar dele e já me apaixonei! :)

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/
    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comigo foi assim também, bati o olho na capa e já quis lê-lo. E valeu a pena!

      Abraços!

      Excluir
  5. Oi te conheci no skoob e vim conferir seu blog!
    Ele é muito lindo, muito organizado, parabéns, estou seguindo com certeza!!
    Nossa, eu amo esse livro!
    Tenho ele há mais de um ano, e chorei muito enquanto lia!
    É muito bonito, muito delicado, e a perspectiva do cachorro ainda faz o livro ficar mais mágico ainda!
    Parabéns pela resenha!

    endless-poem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigadão! Teu blog também é lindo!

      Não tem como não chorar com o final desse livro hahahaha

      Abraços!

      Excluir
  6. O livro parece bom. Também não gosto muito de histórias que envolvem animais, claro que existem exceções, mas é preciso ser muito bom pra me agradar. Em fim, talvez eu leia "A Arte de Correr na Chuva".

    http://mondarikc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não sou muito fã. Por esse motivo fiz muitas pesquisas antes de comprá-lo. Mas surpreende mesmo, até agora esse foi o melhor livro que li esse ano.

      Abraços!

      Excluir